Breno Ferreira

Opniões e códigos de um desenvolvedor de software .NET.

É tudo uma questão de mindset

leave a comment »

Há algum tempo atrás, não me lembro como, através de vários clicks em links no browser, me deparei com um livro na Amazon chamado “Mindset: The New Psychology of Success“. Na época, me lembro que estava influenciado por uma mudança de comportamento no trabalho em relação a agilidade no desenvolvimento de software, e o título me chamou a atenção.
Li a descrição do livro e alguns reviews e decidi comprar o livro, e hoje, estou escrevendo aqui algumas consideraçõe sobre o assunto principal do livro: como seu mindset altera a sua percepção sobre suas próprias habilidades.

O que é mindset?

Definição da Wikipedia:

“Na teoria de decisões e na teoria de sistemas gerais, um mindset é um conjunto de hipóteses, métodos ou notações utilizadas por uma ou mais pessoas que já está tão estabelecida que cria um incentivo poderoso para que essas pessoas continuem a adotar ou aceitar comportamentos, escolhas ou ferramentas já utilizadas”.

Ou seja, é a forma como você vê e aceita sua realidade ou a realidade do mundo ao seu redor, ou como você se comporta em relação a algum assunto ou coisa.

Tipos de mindset

Segundo o livro, há dois tipos de mindset: o mindset fixo (fixed-mindset) e o mindset construtivo (growth mindset). Esses dois tipos de mindsets alteram completamente como o indivíduo se comporta diante de várias situações.
O mindset fixo, é aquele em que o indivíduo aceita suas próprias habilidades em relação a algum assunto ou situação vivida. Por exemplo: pessoas com esses tipo de mindset aceitam que sua habilidade em alguma área de atuação é fixa, ou seja, ela nasceu com aquela habilidade e ela não pode ser modificada. É como uma espécie de síndrome do dom natural.
Já uma pessoa que possui o mindset construtivo não aceita que suas habilidades não são passíveis de melhoria. Na visão dele(a), só é possível ser bom em alguma coisa através de muito esforço, trabalho e dedicação.
Note a diferença principal nesses dois mindsets. No mindset fixo, a pessoa acha que ela nasce com toda a habilidade que lhe é possível. No mindset construtivo, isso não existe, e as habilidades melhoram na mesma medida em que o individuo se esforça e se dedica a tarefa em questão.

Como o mindset altera o comportamento do indivíduo?

A pessoa que tem o mindset fixo geralmente acham que se alguma tarefa requer esforço, isso significa que ela não é capaz de realizá-la. Isso acontece por que ela acha que como as possuem habilidades são fixas, se algum esforço é necessário para realizar alguma tarefa, isso a faz uma pessoa inferior.
Já a pessoa com um mindset construtivo só tem prazer em realizar alguma tarefa houver um desafio e ela tiver que se esforçar para concluí-la. Há uma constante busca em expandir o conhecimento e habilidades.

Exemplo

Um exemplo muito utilizado no livro sobre o mindset construtivo é o Michael Jordan. Ele só é considerado um dos melhores jogadores de basquete da história, por que ele treinou intensivamente durante muitos anos. E mesmo depois de ter atingido o ápice de sua carreira, ele conseguiu se manter no topo por que ele não diminuiu seu ritmo de treinos.
Há uma frase dele muito famosa que diz:

“Eu perdi mais de 9000 lances em minha carreira. Eu perdi quase 300 jogos. 26 vezes, me foi confiado a jogada da vitória e eu errei. Eu falhei várias e várias vezes na minha vida. E é por isso que eu obtive sucesso.”

No começo de sua carreira, ele foi rejeitado por diversos times por ser considerado baixo demais para praticar o esporte profissionalmente. E isso o motivou a praticar para que ele pudesse atingir seus objetivos. Pessoas com mindset fixo pensariam que os times que o rejeitaram perderam a oportunidade de ter um talento como o dele no time, mas a verdade é que, no começo da carreira, Michael Jordan não era o superstar que ele veio a se tornar.

Como a autora do livro descobriu a teoria dos mindsets?

A autora do livro começou a perceber como o mindset altera o comportamento das pessoas em um experimento com crianças. Nesse experimento, eram dados alguns quebra-cabeças para as crianças resolverem. Esses desafios começavam faceis, e iam ficando mais dificeis conforme eram sendo resolvidos.
As crianças com mindsets fixos se entusiasmavam com os problemas fáceis de resolver, mas conforme o nivel de dificuldade aumentava, e elas se encontravam incapazes de resolve-los, elas rapidamente desistiam e reclamavam que os desafios eram impossíveis de serem resolvidos.
Já as crianças com o mindset construtivo adoravam quando o quebra-cabeça era dificil, pois assim elas teriam um desafio a ser conquistado, e quanto mais dificil o problema, mais elas se esforçavam para resolve-lo.

Ela percebeu também que era relativamente simples deixar as crianças em um estado de mindset fixo ou construtivo. Bastava ter uma abordagem diferente quando a criança conseguia resolver um problema. Se ela quisesse colocar a criança em um mindset fixo, bastava dizer para a criança: “Parabéns, voce realmente é muito inteligente. Voce resolveu esse problema com muita facilidade”. Dizendo isso, ela induzia a criança a começar a achar que realmente ela era especial, e que basta ser inteligente para conseguir resolver o quebra-cabeça. O problema é que, quando a criança se deparava com um desafio dificil, ela começava a questionar as próprias habilidades e inteligencia, e ela passava a duvidar de si mesma e achar que sua inteligencia não é suficiente para resolver o problema.
Porém, ao adotar uma abordagem diferente e dizer para a criança ao resolver um problema “Esse problema foi bem dificil e voce deve ter se esforçado bastante para resolve-lo. Continue assim.”, a criança passava para um mindset diferente. Dessa maneira, a autora bota a criança em um mindset construtivo e ela começa a achar que para resolver os problemas, basta se dedicar que é possível resolver qualquer problema, e ela não irá desistir na primeira dificuldade encontrada.

Conclusão

Se somente através de trabalho arduo e dedicação que se supera os desafios da vida, e é somente mantendo esse mindset que, mesmo ao chegar ao topo, seja da carreira profissional, ou em algum esporte, ou seja lá o que for, que a pessoa se mantém no topo. É bem comum pessoas que, depois do sucesso, acham que não há mais nada a ser feito e algum tempo depois, iniciam sua decadencia.
Tendo isso em mente, pode se dizer que o maior inimigo de uma pessoa é o próprio sucesso. Saber lidar com o sucesso é dificil, e conseguir manter o mindset correto mesmo depois de atingir os objetivos é de extrema importancia. Afinal, qualquer pessoa que é arrogante o suficiente para achar que não há mais nada a aprender, inicia sua própria decadencia.

Written by Breno Ferreira

05/10/2012 at 10:13

Posted in Livro

Tagged with ,

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s